top of page

Jardim Atlântico, em Ilhéus/BA, ousa na estratégia de Revenue Management e cresce acima de 20%


Breve histórico sobre o Jardim Atlântico


Localizado no sul da Bahia, mais precisamente dentro de Ilhéus, BA, o Jardim Atlântico é um resort urbano a apenas 4 km do aeroporto e com pé na areia. Com uma boa estrutura de lazer e reconhecido com premiações nacionais por programas nacionais de qualidade e gestão, a diretoria após a pandemia, com foco na ampliação do resultado do negócio e com receio da inflação que minou a rentabilidade de muitas empresas nesse período de retomada, lançou o desafio de aumento do RevPAR, com perda controlada da ocupação e até 10%, aumentando a diária média do resort.


Sobre o desafio do RevPAR 2022


Desafio lançado desde 2021, já com bons resultados realizados, em 2022 foi a consolidação da estratégia de Revenue, mantendo a ocupação em 65% nos dois últimos anos e ampliando o faturamento em 21% de 2019 para 2022, considerando que 2020 foi um ano atípico no qual o resort permaneceu fechado 7 meses consecutivos.



Como ilustrado no gráfico acima, o Jardim Atlântico iniciou sua jornada com o método de Revenue Management a partir de 2011 a fim de atingir níveis melhores de ocupação e faturamento do empreendimento. A partir de 2014 o objetivo de permanecer no patamar anual de ~70% OCC foi atingido e mantido até 2020, quando veio a pandemia em março daquele ano.



Mantendo a ocupação estável ano a ano dentro da meta de ~70% a.a., o crescimento da diária média - DR se manteve acima de 2 dígitos ao longo dos últimos 10 anos. No gráfico acima, é possível notar que mesmo no período da COVID 19 em 2020/2121, foi mantido o nível de crescimento da DR. Em relação a 2021 o crescimento em DR foi de 18% e se pegarmos como referência 2019, o crescimento em DR nominal foi de 35.7%.


Todo esse resultado que culminou em retorno aos índices meta de resultado operacional, vencendo o já citado anteriormente fantasma da inflação na era pós-COVID 19 que foi ainda mais assustador para a hotelaria mundial.


O Jardim Atlântico não apoia toda sua estratégia somente em números comerciais. Ano após ano com um planejamento estratégico robusto e com sua execução dedicada desde a diretoria, líderes setoriais chegando a 100% dos quadros de funcionários.


Hospitalidade e Cultura


A proposta de valor do resort é muito clara e amplamente debatida entre seus colaboradores com a promessa de servir e zelar pela hospitalidade de seus hóspedes por meio da cultura sul baiana do cacau e chocolate de origem com experiências que vão dos sabores à instrução cultural.


Desde a entrada do hóspede no resort e até à praia ele é decorado com obras e paisagismo regional. As brincadeiras desenvolvidas pela equipe de esporte e lazer do resort tanto adulta quanto infantil fazem alusão à cultura regional e detalhes da fauna e flora local, além da fabricação e degustação de cacau e chocolate fabricados em Ilhéus.


Toda equipe é treinada exaustivamente pelo RH e liderança a tratar e reconhecer a cultura local, bem como proporcionar experiências culturais que chegam a certificar pais de crianças que participam de um número mínimo de brincadeiras alusivas a vasta cultura do cacau, inclusive com passagens por obras de Jorge Amado.


Tudo isso auferido e relatado em avaliações de hóspedes e cronogramas de conformidade da operação, mantendo a máquina de produzir experiências culturais sobre o sul da Bahia na sua máxima performance. Todo esse plano em que é embarcado por essa proposta de valor é também acompanhado por um setor de qualidade que atesta com inúmeros painéis de controle se a proposta é percebida pelo hóspede, onde e como.



No gráfico acima é possível ver que em 6.940 avaliações realizadas aos hóspedes do Resort Jardim Atlântico no ano de 2022, a avaliação média foi 4,72 em 5, ou seja, 9,5 em 10, atestando pelo próprio hóspede a excelência na hospitalidade, e no outro gráfico ao lado, 97% dos hóspedes atestam perceber a proposta cultural nas diversas áreas do empreendimento, partindo em primeiro lugar o lazer, seguida da decoração, a gastronomia e por fim o serviço de modo geral.


Essa proposta de valor não nasceu de ontem para hoje. É um projeto de uma década dos diretores do Resort que apostam sempre na hospitalidade com experiência local aliada à estratégia comercial e de Revenue Management amplamente apoiada por uma infra tecnológica inovadora e de ponta. O plano de ampliação do RevPAR, mesmo que com perda de ocupação, foi um sucesso, mas bastante amparado pela entrega de valor construída dentro do negócio na última década.

Comments


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
bottom of page